Arquivo da tag: Snapchat

Saiba por que apenas um tweet fez o Snapchat perder R$ 4 bilhões

snap

Em tempos onde se discute a volatilidade das bolsas de valores ou mesmo dos sistemas de bitcoin, um único tweet nesta semana foi capaz de fazer a empresa que controla o Snapchat perder nada mais e nada menos que US$ 1,3 bilhão (ou cerca de R$ 4 bilhões) em valor de mercado na quinta-feira (22).

Em seu perfil no Twitter, que conta com 24,5 milhões de seguidores, a personalidade de televisão e empreendedora Kylie Jenner escreveu a seguinte mensagem: “Então mais alguém parou de abrir o Snapchat? Ou sou apenas eu… isto é tão triste”.

Algum tempo depois ela ainda tentou amenizar o impacto do que havia dito com a mensagem: “Ainda amo o snap… Meu primeiro amor”. Não foi o suficiente para frear a queda das ações da Snap, que caíram 6%.

Está muito claro que o Snapchat tem perdido espaço para o Instagram nos últimos tempos, sobretudo com o sucesso avassalador da ferramenta Stories. Entretanto, tal caso serve para refletir o quão grande é o desafio das marcas no sentido de aprender a lidar com possíveis mensagens de pessoas influentes, fora e dentro das redes sociais.

http://adnews.com.br/social-media/saiba-por-que-apenas-um-tweet-fez-o-snapchat-perder-r-4-bilhoes.html

Grandes influenciadores estão usando 33% menos o Snapchat

abre 33¢ menos snapchat

Estudos apontam a migração de grandes influenciadores do Snapchat para o Stories do Instagram. O movimento faz sentido ao olhar os dados: o Instagram Stories agora tem 250 milhões de usuários, ja o Snapchat fica em torno dos 173 milhões de ativos diários. O Instagram também possui mais de 800 milhões de usuários em geral, o que amplia o potencial de audiência. A agência MediaKix acompanha o uso de Snapchat e Instagram Stories de alguns dos principais influenciadores. Suas descobertas mostram que os influenciadores agora estão usando Snapchat 33% menos – o infográfico abaixo vai te dar uma visão geral da última atualização da pesquisa.

As informações são do Social Media Today.

http://adnews.com.br/internet/grandes-influenciadores-estao-usando-33-menos-o-snapchat.html

Snapchat x Instagram Stories – qual a melhor escolha para sua marca?

20 de Julho de 2017 12h – Atualizado às 12:11

ig x snap

Caio costumava usar o Snapchat todos os dias porque achava divertido postar vídeos para os amigos. Era legal pois as mensagens se autodestruíam automaticamente. Mas aí, o Instagram trouxe a possibilidade de criar conteúdos em vídeos e em fotos através do Instagram Stories e Caio esqueceu do Snapchat. Agora só usa o Insta e não quer saber de outra coisa.

Do ponto de vista do usuário, as ofertas do mundo digital são tantas que fica difícil manter a fidelidade a qualquer tecnologia. O importante é testar as novidades e ficar com aquelas que estão em alta no momento. Que oferecem mais novidades. Quem sabe arriscar dizer até uma certa paixão.

E a paixão se forma através de componentes muito claros: facilidade de uso e de compartilhamento, formação de rede, integração com outras ferramentas, ineditismo dos resultados e, aquele plus que, no caso de ambos, é o fato do material sumir rapidamente e, portanto, não ocupar memória, nem causar constrangimentos.

Do lado das empresas, trata-se de gerenciar novos canais. Mas, qual seria a melhor opção em termos de resultados para as marcas?

Para responder essa pergunta, é preciso analisar alguns números antes de partir para as funcionalidades. O Instagram tem cerca de 600 milhões de usuários ativos no mundo enquanto o Snapchat conta com 150 milhões.

Os usuários do Snapchat são jovens (mulheres, na maioria) com idades 18 e 25 anos. 60% deles beiram os 25 anos. Já os usuários do Instagram vão dos 18 aos 50 anos. Dependendo do target, portanto, uma opção pode ser melhor do que a outra. Ou, em certos casos, ambas são excelentes mesmo que haja overlapping.

O Snapchat também é uma ferramenta valiosa para empresas com personalidade forte. O formato funciona bem para o inconvencional, que demandam a criatividade e espontaneidade. É uma ótima maneira de dar aos usuários um vislumbre nos bastidores, compartilhar as personalidades das pessoas e, geralmente, dar um quê de humano ao negócio. É um meio para se divertir, assumir riscos e experimentar. O conteúdo deve ser casual e autêntico. É possível criar geofilters envolventes que visam usuários de  Snapchat próximos.

E agora? Instagram ou Snapchat?

Com foco maior na monetização, o Instagram conta com formatos de anúncios que integram Facebook, Instagram e Stories patrocinados e, por isso, é o preferido entre as empresas por sua grande capacidade de alcance e mensuração do retorno sobre o investimento.

O Snapchat, por sua vez, sabe que precisa manter o seu publico engajado para que os negócios não sofram consequências e, por isso, vem aprimorando os produtos existentes para continuar na corrida com o concorrente de peso.

As métricas adotadas por ambos são importantíssimas para encontrar a resposta correta para cada campanha. O Snapchat  possui métricas de compromisso impressionantes: o usuário médio da Snapchat gasta cerca de meia hora no aplicativo por dia e 60% dos usuários criam conteúdo, de acordo com o Business Insider. Em contraste, o usuário médio do Instagram gasta 15 minutos por dia dentro do aplicativo e a atividade principal é  a navegação. Há ainda muitas dúvidas sobre a forma como o Facebook está medindo o número de usuários ativos únicos do Instagram Stories.

O Instagram é mais indicado para empresas que comercializam produtos, pois é fácil mostrar seu inventário de forma visualmente atraente. O conteúdo tende a ser mais estilizado do que no Snapchat, então, se você está vendendo mochilas, cosméticos ou cerveja, as imagens devem ser profissionais e atraentes. Já o Instagram Stories faz  com que os usuários desejem seus produtos. Outro benefício do Instagram é que se você já está gastando no FB, é fácil começar a experimentar, pois está sob o mesmo guarda-chuva.

Posto tudo isso, agora é partir para a análise destas variáveis e decidir pela melhor escolha. Qual será a sua?

http://adnews.com.br/social-media/snapchat-x-instagram-stories-qual-melhor-escolha-para-sua-marca.html

Facebook x Snapchat: quem vence a guerra dos vídeos instantâneos?

 

06 de Abril de 2017  

Mark

Depois do Mark Zuckerberg não conseguir comprar o Snapchat em 2013, o modo “stories” saltou a tela do Messenger, Facebook, WhatsApp e Instagram. Após a atualização dos aplicativos com a ferramenta, o Snapchat teve queda nas postagens em até 40%.

Confira abaixo o infográfico que mostra a história desta disputa:

Instagram disponibiliza Stories no modo Explore

 

19 de Outubro de 2016 12h – Atualizado às 12:02

instagram

Em agosto, percebendo a perda de usuários para o Snap, o aplicativo de Mark Zuckerberg resolveu criar seu próprio modo “História”, o Stories. Em 3 meses, o botão mostrou-se um sucesso, pois em pouco tempo já é utilizado por mais de 100 milhões de pessoas. Agora, com a possibilidade de usá-lo também no modo Explore a probabilidade é que este tipo de uso dentro do app cresça cada vez mais.

A nova ferramenta poderá ser encontrada no mesmo lugar que fica na home, no topo da página. Com isso, na seção pensada para descobrir outros perfis, será possível encontrar um dispositivo com histórias sugeridas que destacam algumas das publicações das mais de 500 milhões de contas dentro da comunidade do Instagram mundialmente. Assim como as demais seções da aba, as sugestões serão personalizadas de acordo com os interesses de cada um.

Veja mais informações sobre esse anúncio no blog do Instagram:

http://adnews.com.br/social-media/instagram-disponibiliza-stories-na-pagina-explore.html

Facebook segue Snapchat e cria modo “história” para compartilhar no Instagram

02 de Agosto de 2016 12h –  

Facebook segue Snapchat e cria modo “história” para compartilhar no Instagram

As mudanças atualmente são cada vez mais rápidas. O dinamismo de hoje não permite ficar parado. Caso isso ocorra, ficamos lá para trás. Percebendo isso, o Instagram, rede social de fotos do Facebook, resolveu se apropriar do botão que fez o estrondoso sucesso do Snapchat, o modo “história”.

Para quem (ainda) não conhece, esta opção possibilita que os usuários postem vídeos e fotos que se autodestroem em 24 horas. No Instagram, essas publicações serão reunidas em um novo campo que ficará no topo do aplicativo. A liberação da ferramenta ocorre hoje (02) a partir das 11h.

O novo dispositivo do Instagram será muito semelhante com o seu concorrente, contendo inscrições, emojis, desenhos, rabiscos manuscritos. Tal qual o Snapchat, esta nova forma de contar histórias não permitirá curtidas, porém será possível salvar as postagens favoritas, quase igual ao novo concorrente de Mark Zuckerberg.

Não é a primeira vez que o Snapchat é “copiado” recentemente. Da última vez, o Twitter inseriu em sua navegação a opção de Stickers. Diante de tudo isso, que temos visto ocorrendo de maneira tão rápida, parece que as semelhanças de perfis entre os principais players das redes sócias só tende a crescer

http://adnews.com.br/social-media/facebook-segue-snapchat-e-cria-modo-historia-para-compartilhar-no-instagram.html

Snapchat: a cara dos millenials

11 de Julho de 2016 15h – Atualizado às 15:32

snap

Conectado, visual, instantâneo e autêntico. Esses são apenas alguns dos adjetivos utilizados para caracterizar os millenials, grupo de jovens entre 16 e 24 anos que estão no foco da publicidade. Conhecidos por serem heavy users de redes sociais, uma delas em especial consegue reunir esses atributos e se tornou a marca desta geração: o Snapchat. O aplicativo de compartilhamento de imagens e vídeos cresce de forma exponencial em todo o mundo e vem se tornando obrigatório no plano de comunicação de uma marca que deseja aumentar sua presença digital.

Criada em 2011 por Evan Spiegel, Bobby Murphy e Reggie Brown, a rede social estourou em 2015 graças à participação maciça dos adolescentes. De acordo com pesquisa realizada pelo banco de investimentos Piper Jaffray, dos EUA, o Snapchat lidera a preferência dos jovens, com 28%, superando até mesmo o Instagram, até então líder e que tem agora 27%. Além disso, levantamento da Bloomberg mostra que há mais de 150 milhões de usuários ativos por dia utilizando o app, índice que superou recentemente o Twitter, outro ex-queridinho da web. No total, já são mais de 10 bilhões de vídeos visualizados diariamente dentro da plataforma.

Apesar do crescimento vertiginoso e de algumas marcas já explorarem o Snapchat com a criação de conteúdos exclusivos, ainda há um grande espaço para empresas – o que certamente vai impactar positivamente na evolução deste canal como ferramenta de marketing nos próximos meses. O app permite uma maior proximidade com o seguidor e apresenta uma nova forma de se comunicar e interagir com o público (indo ao encontro das peculiaridades da Geração Y e Z). Com ele, as marcas podem apresentar novidades, oferecer informações extras e até mesmo realizar promoções para engajar um novo público.

Para conseguir esse objetivo, um bom recurso corporativo é utilizar influenciadores digitais. Eles podem realizar “lives” (transmissões ao vivo) de eventos, mostrar detalhes de shows, trazer dicas ou até apresentar novos produtos e coleções para um novo público-alvo. Mas, vale lembrar, estamos falando de uma rede social dominada por jovens, exigindo que a comunicação seja alegre, criativa e inovadora. Os influenciadores já possuem essa linguagem e conseguem conversar com esta faixa etária de forma natural e autêntica, facilitando a transmissão da mensagem.

Enquanto a tecnologia avança e o mundo tende a ficar cada vez mais conectado, as marcas precisam absorver e entender rapidamente as novas características dos consumidores. Hoje, o jovem busca uma comunicação ágil, eficiente e divertida. Para isso, é necessário estar presente nas redes e canais que este público consome. Só assim é possível conversar, engajar e transformá-lo em possíveis clientes.

* Alessandro Visconde, sócio e CEO da iFruit

http://adnews.com.br/adarticles/snapchat-cara-dos-millenials.html