Arquivo da tag: outdoor

Amazon instala o maior outdoor da história da Times Square

19 de Junho de 2017 

Amazon

Nos últimos dias, a badalada Times Square ganhou mais uma instalação gigante. Mas não se trata de um novo escritório ou um novo empreendimento residencial. Acontece que a Amazon simplesmente decidiu quebrar todos os recordes com a maior peça de publicidade já colocada no local.

O enorme painel de 79 pés de altura (equivalente a um prédio de sete andares) promove a plataforma streaming de música da empresa. De acordo com o Adweek, a instalação quebra a marca que era da Pepsi e foi definido ainda na década de 1940, com o maior outdoor da Times Square até então.

A magnitude da publicidade parece tão grande quanto os planos de expansão da Amazon para o seu produto musical, de acordo Josh Fein chefe global da marca. “Para realçar uma das nossas características únicas e inovadoras de comandos de voz Alexa, e sua funcionalidade para pesquisar canções, escolhemos letras icônicas que promoveram positividade e união através do poder da música”, afirmou.

Confira o videocase:

Com informações do Adweek

http://adnews.com.br/publicidade/amazon-instala-o-maior-outdoor-da-historia-da-times-square.html

McDonald’s dá coordenadas para chegar ao BK mais próximo

a França, o McDonald’s resolveu ajudar os motoristas a chegarem até o drive tru de uma lanchonete. Nada de anormal até aí, não fosse por um “pequeno” detalhe: o outdoor explica como chegar ao Burger King mais próximo.

A primeira ideia que se tem da ação é que a companhia do palhaço Ronald enlouqueceu e está tentando ajudar seu principal rival a conseguir mais clientes. Basta assistir o vídeo case abaixo, no entanto, para entender qual a real intenção por trás do outdoor instalado pelo Mc na estrada francesa.

A instalação gigantesca dá as coordenadas para o BK, enquanto um banner menor indica o restaurante do McDonald’s mais próximo dali. A diferença entre os dois está na distância considerável, e na ótima sacada do Mc, é claro.

A ação é assinada pela TBWAParis.

Confira:

Redação Adnews – 26-02-2016

http://www.adnews.com.br/out-of-home/mcdonald-s-da-coordenadas-para-chegar-ao-bk-mais-proximo

Chantilly vira termômetro para nível da neve em outdoor

Quando estão em lugares extremamente frios, esquiadores, snowboarders e turistas querem e precisam saber como anda o nível da neve e o que é possível fazer a partir disso. Para ajudar essa galera, no Canadá, o McDonald’s criou um outdoor inteligente, que além do horário, usa a imagem do chantilly em cima do café como uma espécie de termômetro para medir a espessura da camada de neve. Dessa maneira, quando o nível do gelo cai, automaticamente a montanha de chantilly também fica mais baixa. A ideia é promover o McCafé e criação é da agência Cossete, de Vancouver.

Redação Adnews – 17/02/2016

http://www.adnews.com.br/out-of-home/chantilly-vira-termometro-para-nivel-da-neve-em-outdoor

Outdoor de gelo vira atração em Nova Iorque

O que separa os americanos da gelada Nova Iorque de um fim de semana quente em Palm Springs? Talvez apenas alguns blocos de gelo.

Para promover os voos diretos dos nova iorquinos para a cidade californiana, a JetBlue criou um outdoor de gelo com brindes dentro dele. Entre presentes que caracterizavam o verão, como chinelos e biquínis, havia também cupons com estadia para hotéis, clubes de golfe, entre outras atrações para se curtir no litoral.

Não demorou muito para que as pessoas começassem a encontrar formas de quebrar o gelo e garantir seus mimos.

Confira:

Redação Adnews – 21/01/2016

http://www.adnews.com.br/out-of-home/outdoor-de-gelo-e-destruido-em-nova-iorque

Milka permite que usuários enviem mensagens para outdoor

Com a unificação do online e offline, abrimos um leque de possibilidades para a propaganda. Foi o que a Milka fez ao unir a praticidade da internet com a magia do out of home em sua nova campanha.

Consciente de como a rotina atrapalha os relacionamentos humanos, a marca de chocolates criou uma plataforma para que ucranianos pudessem mandar mensagens de amor e carinho a pessoas especiais. Ao criar o recado, o usuário poderia escolher em qual mídia gostaria que ela fosse veiculada, TV, redes sociais ou out of home.

Em parceria com 15 canais locais e instalação de mídia externa em 25 cidades, milhares de mensagens foram distribuídas pelas ruas, casas, e computadores dos ucranianos.

Redação Adnews – 30/11/2015

http://www.adnews.com.br/out-of-home/milka-permite-que-usuarios-enviem-mensagens-para-outdoor

6 provas que o reconhecimento facial pode mudar a propaganda

Foi-se o tempo em que a tecnologia era vista como um a ameaça. Hoje, diversas ferramentas são fundamentais para a criação de estratégias de marketing inovadoras e eficazes.

É o caso do reconhecimento facial. Através de dispositivos que permitem essa função, a interação entre usuário e outdoor ganhou novas perspectivas.

Reunimos um compilado com algumas marcas que disseram “sim” para a tecnologia e realizaram campanhas diferentes do convencional.

Confira:

Fotografia em Pop Art

Para lançar sua edição limitada da garrafa de Andy Warhol, a Absolut, em parceria com a Pernod Ricard Travel Retail Europe e a agência Knit, criou um outdoor que combina a face do consumidor com a icônica pintura do artista. O sistema detecta o rosto das pessoas, produz a arte, permite a escolha de cores e também o compartilhamento da ação via redes sociais.

O olhar que cura feridas

Desenvolvida para a instituição Women´s Aid, a peça criada pela agência London WCRS exibe uma mulher com o rosto repleto de hematomas. O recurso de reconhecimento foi instalado para detectar o número de pessoas que estão olhando para a imagem, fazendo com que as feridas começam a sumir na medida em que um número maior de pessoas direciona seus olhares para a propaganda.

Outdoor só para mulheres

Nadando contra a corrente, a marca de cerveja alemã Astra se destacou ao desenvolver um outdoor dedicado exclusivamente às mulheres. Através do reconhecimento de face, a câmera identificava o gênero e disparava a mensagens de acordo com o sexo do observador. Se fosse mulher, o painel a convidava a provar a bebida, caso fosse homem, o recado era de que ele saísse de lá. A campanha tem assinatura da agência alemã Philipp und Keuntje.

Painel poliglota

Para a marca de cosméticos Ainz & Tulpe, a Dentsu Tokyo instalou um painel gigante contendo mais de 10 rostos de modelos maquiadas. Nele, o usuário é estimulado a escolher sua maquiagem preferida através de um toque. Neste momento, a tecnologia do painel detecta a provável língua que a pessoa fala através do recurso de reconhecimento facial, e imprime um cupom que vale uma sessão de maquiagem.

Censura do bem

Assim como a campanha da Astra, o painel criado para a organização de caridade Plan UK diferencia os gêneros através do reconhecimento facial. A tela interativa conta histórias de mulheres e meninas em situação de risco pelo mundo. Quando identificadas, as usuárias podem ver todo o conteúdo, enquanto os homens apenas parte dele. A censura quer chamar atenção para todas as meninas que tem suas escolhas e oportunidades negadas devido à pobreza e à discriminação.

Café na hora certa

A Douwe Egberts encontrou o lugar e momento certo de oferecer uma xícara de café aos consumidores. A marca usou um reduto de pessoas exaustas, um aeroporto, para instalar uma máquina com suas bebidas. Com a tecnologia de reconhecimento facial, a câmera detectava a exata hora em que a pessoa boceja, disponibilizando, assim, o cafezinho.

Redação Adnews

08 de setembro de 2015 · Atualizado às 14h17

http://www.adnews.com.br/publicidade/6-provas-que-o-reconhecimento-facial-pode-mudar-a-propaganda

Vick instala propaganda que aquece as pessoas no ponto de ônibus

Vick Pyrena faz ação com aquecedores em pontos de ônibus (reprodução)

Depois de apresentar um outdoor que simula respiração para promover o lançamento de um inalador, Vick traz mais uma experiência sensorial em anúncio out of home. A aposta da vez é um ponto de ônibus na Avenida Paulista, que receberá uma instalação de aquecedores.
A ação faz parte da nova campanha que será veiculada em pontos de ônibus em São Paulo e no Rio de Janeiro pelo período de 15 dias, a partir desta segunda-feira(25) e pretende divulgar os atributos do produto Vick Pyrena, analgésico em forma de chá indicado para sintomas da gripe.
“Vick carrega um apelo emocional quando as pessoas estão doentes e precisam de cuidados. Protegê-las e dar um pouco de conforto nos dias mais frios cria uma empatia com a marca, além de reforçar a eficácia de Vick Pyrena no tratamento dos sintomas de gripe”, afirma Marcia Braga, gerente de marketing de Vick.
Além da instalação na principal avenida da capital paulista, a campanha traz três adaptações de mídia exterior com banner em versão digital que mostra um diálogo entre mãe e filho, chamando atenção para os sintomas da gripe e a clássica recomendação “não esquece o casaco” que as mães costumam dar aos filhos quando estão doentes.
A ideia da peça, criada pela Publicis, é oferecer ao público a sensação de conforto em dias de baixa temperatura e fazer com que os usuários vivenciem a mesma experiência que o produto promete entregar ao clientes.
Redação Adnews – 25 de maio de 2015 · Atualizado às 10h46

HBO faz “contagem regressiva” para Game Of Thrones em outdoor

Ninguém mais dúvida do sucesso de Game Of Thrones. A série lidera em números de audiência e de pirataria, além de movimentar o mercado publicitário, servindo de inspiração para diversas campanhas.

A própria HBO faz questão de criar diferentes ações para divulgar os inícios de temporadas. Como quando tatuou mais de 100 fãs na Comic-Con, ou quando recriou a Muralha com uma imensa pintura 3D em uma rua de Londres.

Agora, para promover a 5ª temporada, a produtora instalou uma contagem regressiva em um outdoor digital. Em cada uma das seis peças, a mão de um personagem apareceu para “contar nos dedos” os dias da volta da série.

O engraçado é ver que o número de dias corresponde à quantidade de dedos ou ao formato da mão que cada um realmente tem na série (alguns, vítimas de amputação ao longo da história).

Em ordem decrescente, entraram na brincadeira Daenerys Targaryen, o dragão Drogon, John Snow, um caminhante branco, Davos Seaworth e Jaime Lannister.

Confira as peças:

Redação Adnews – 28 de abril de 2015

http://www.adnews.com.br/publicidade/hbo-faz-contagem-regressiva-para-game-of-thrones-em-outdoor

Google estreia maior outdoor do mundo na Times Square, em NY

O Google vai estrear o maior e mais caro outdoor do mundo. Digital, ele está, claro, na Times Square, em Nova York.

Com 23,74 metros de altura por 100,5 metros de largura, ele equivale em largura a um prédio de oito andares. É quase um campo de futebol americano. Ele ocupa todo o espaço entre as ruas 45 e 46 da Times Square.

O aluguel mensal da peça: 2,5 milhões de dólares. A empresa responsável pelo outdoor é a Clear Channel. Há rumores de que, apesar desse preço fixo, o Google pode ter conseguido um desconto no aluguel.

Anunciando no local, a empresa de tecnologia terá uma bela visibilidade: estima-se que cerca de 400 mil pedestres passem por ali todos os dias.

Além disso, será onipresente no famoso Ano Novo da Times Square, quando milhões se reúnem no local e imagens são transmitidas no mundo inteiro.

Ligado na terça-feira (18), o telão agora exibe imagens diversas, como paisagens naturais, enquanto o Google não começa a anunciar de fato.

O contrato da empresa, por enquanto, vigora até janeiro de 2015.

Novo outdoor em Nova York

Revista Exame – Marketing – 19/11/2014 12:20

http://exame.abril.com.br/marketing/noticias/google-estreia-maior-outdoor-do-mundo-na-times-square-em-ny

A boa e velha placa ainda dá muito resultado

Outro dia, a bateria do carro cumpriu o seu tempo de vida útil e tive que trocá-la por outra logo no começo do dia. Já estava pronto para ir ao trabalho, com meus dois filhos a bordo e suas respectivas mochilas, além da minha. Imagina a animação. Desce todo mundo do veículo, porque não está pegando. A sorte que o da mamãe estava logo ao lado. Mas, assim que percebi que precisaria de uma nova bateria, já sabia onde comprar. Estranho, não? Afinal, ninguém acorda com aquela vontade inexplicável de trocar a bateria do carro.

Vamos combinar que não há muito prazer neste consumo e o máximo que podemos lembrar é que o Emerson Fittipaldi faz a propaganda da marca Moura. Na verdade, o que me deu certeza na hora de comprar o equipamento foi uma placa. Sim, uma simples placa de rua. Todos os dias, passo e, às vezes, paro – porque tem um sinal (ou semáforo, ou farol) no local – em frente a uma oficina especializada em baterias. A sinalização deve ter uns dois metros de altura por um e meio de largura, daquelas que se apoia no poste, e, por estar na passagem de milhares de motoristas todos os dias, é difícil não perceber que ali você pode comprar o item.

Carro estacionado dentro da oficina, sou muito bem-recebido. A dona do estabelecimento e seu único funcionário parecem ter muito prazer no que fazem e se interessam pelo assunto “bateria”. Perguntaram-me como poderiam me ajudar, quanto tempo tinha o equipamento e conversaram como aqueles médicos de antigamente, que sabiam sobre qual doença você foi acometido sem precisar sequer te tocar.

Logo depois de diagnosticar o problema, a dona da loja perguntou como cheguei até lá e fez meu cadastro. Quando disse que já conhecia pela placa, ela adicionou: “Essa placa é nossa melhor vendedora”. Logo pensei: debruçamo-nos em estratégias e ações mirabolantes e, às vezes, não temos uma boa sinalização na porta de nosso ponto de venda.

As micro e pequenas empresas têm um grande potencial: realizar mais com menos; o básico bem-feito e, com isso, ganhar espaço e se diferenciar. A oficina tinha apenas a dona, muito atenciosa por sinal, e um mecânico, já acima dos cinquenta anos, que prestou um serviço exemplar. E rápido. Tive um atendimento, numa oficina de bateria, muito melhor do que em lugares em que há uma marca e um Marketing muito mais “estruturados”.

Afinal, do que depende um bom atendimento? Pode ser em pequenas e grandes empresas: depende de querer. De criar uma cultura orientada ao cliente. De que você está ali para servir ao consumidor, para resolver os problemas dele e superar suas expectativas. Nada mais bê-á-bá do que isso. Existe, já há algum tempo, um emaranhado de sistemas e regras nas corporações que parece ser criado justamente para anteder mal. Simplificar deve estar na ordem do dia, assim como nas estratégicas de captação de clientes.

Por estarmos na era do Marketing digital, muitas companhias mergulharam de cabeça nas centenas de ferramentas acessíveis ao bolso e ao gerenciamento das pequenas e médias empresas em geral. Elas acreditaram que teriam suas vendas garantidas. O que não sabiam é que, sem um trabalho estruturado, nunca foi tão fácil queimar dinheiro.

E aí, pensando nos complexos sistemas (sim, necessários), no Marketing digital, na campanha memorável, na grande ideia que nunca vem, perdemos oportunidades. Imagino que poderia ter trocado a bateria em um concorrente. Na avenida em que fica a loja, deve ter, num raio de um quilômetro, pelo menos mais 10 opções. O que fez a diferença? Uma placa e, depois, lá dentro, o serviço, o atendimento com paixão.

Postado por Bruno Mello – 24/09/2014

http://www.mundodomarketing.com.br/canais/editorial/31769/a-boa-e-velha-placa-ainda-da-muito-resultado.html?