Arquivo da tag: Bibi

Calçados Bibi instala vending machine em maternidade de Porto Alegre

Por Imprensa Mercado & Consumo – 

A Calçados Bibi criou uma vending machine de calçados infantis como parte dos projetos focados em inovação da companhia. O modelo é o primeiro do gênero no Brasil. A novidade foi implantada no Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul e visa aproximar a marca dos consumidores, disponibilizando uma opção de presente aos bebês que nascem na maternidade do hospital.

A ideia faz parte do projeto Ninho de Inovação, que reconhece e premia as melhores ideias submetidas e enviadas ao comitê de inovação da empresa por colaboradores, franqueados e fornecedores. O projeto da máquina de venda automática levou um ano para ser desenvolvida e disponibilizará seis opções de calçados da linha Afeto, para recém-nascidos.

“Cada máquina tem a capacidade de armazenar 240 pares de calçados. Efetuar a compra é muito fácil. O usuário seleciona um dos produtos em uma tela interativa e efetua o pagamento via cartão de crédito. Em seguida, o produto sai da prateleira e é entregue ao consumidor, que recebe um calçado especial e não tóxico para presentear um dos recém-nascidos do hospital”, explicou Camila Kohlrausch, diretora de Marketing e Produto.

O intuito da vending machine é ajudar a empresa a ir de encontro aos consumidores e levar os produtos da marca a locais estratégicos onde eles normalmente não são encontrados. A companhia estuda implantar o sistema em outros tipos de estabelecimentos no futuro.

A Calçados Bibi é especializada no mercado de calçados infantis. Tem fábricas em Parobé (RS) e em Cruz das Almas (BA), que produzem cerca de 2,6 milhões de pares ao ano. Hoje, os itens da marca são vendidos em mais de 70 países nos cinco continentes e, no Brasil, comercializa em mais de 3.500 mil pontos de venda multimarcas, além do e-commerce e de uma rede de franquias com mais de 100 lojas.

https://www.mercadoeconsumo.com.br/2018/10/30/calcados-bibi-instala-vending-machine-em-maternidade-de-porto-alegre

A experiência em Data Driven Marketing da Bibi Calçados

Fabricante e varejista de calçados infantis aposta em ferramentas capazes de personalizar a comunicação e estreitar o relacionamento. Resultado: crescimento em dois dígitos

Por Priscilla Oliveira | 10/05/2017

O uso de inteligência dos dados foi a estratégia encontrada pela Bibi Calçados para continuar alcançando seus consumidores e ampliar as vendas. Ao perceber que as mídias tradicionais não impactavam mais o público de maneira eficaz e que o comportamento do consumidor estava mudando, ficando cada vez mais digital, a companhia passou a investir em B serviço para o consumidor”, explicou Débora Iserhardt, gerente de Marketing da Bibi Calçados, em entrevista ao Mundo do Marketing.

Mensagens customizadas
Para manter essa relação mais estreita, a companhia passou a enviar para os clientes conteúdos relevantes, como os cuidados com a escolha do sapato ideal, crescimento e desenvolvimento infantil e ainda prestasse um serviço. “De acordo com o crescimento dos pés das crianças, enviamos uma mensagem para lembrar aos pais que a mudança na numeração está próxima e que será preciso comprar um novo calçado. A comunicação customizada considera as informações de compras anteriores sobre o tipo preferido, tênis ou sapatilha, se é para menino ou menina e faz uma oferta”, acrescenta Débora.

Para planejar e executar campanhas nos mais diversos canais digitais, como e-mail, mobile, redes sociais, a marca utiliza a ferramenta Oracle Responsys Marketing Suite. A tecnologia é fundamental, mas a participação dos vendedores e franqueados é decisiva. É no ponto de venda que é feita a coleta de informações dos consumidores como nome do comprador, grau de relacionamento com a criança, nome da criança, idade e modelo preferido. No sistema há informações que apontam que a variação do tamanho do calçado de acordo com o período de tempo. As informações integradas a camada de dados da Pmweb, que gera campanhas de forma automática para que o consumidor receba a oferta certa, no tempo certo com a recomendação de produto de acordo com a necessidade da criança.

A comunicação integrada mostra que a companhia não faz distinção entre os seus clientes. “A origem de todas as ações digitais é o cadastro na loja. A Bibi está preocupada em capturar o dado correto desde o início da relação com cada um dos seus clientes. A empresa não diferencia o mundo físico do online. A comunicação digital é feita para se relacionar com clientes, não com clientes do online ou do off-line”, comenta Augusto Rocha, Sales Partner na Pmweb, em entrevista ao Mundo do Marketing.

Relacionamento B2B
Apesar da importância dos vendedores e franqueados na operação digital, nem sempre eles enxergaram a estratégia como aliada. No começo, eles achavam que o e-commerce poderia ser um concorrente e que as campanhas seriam apenas para movimentar a loja online. A execução mostrou que a estratégia era benéfica para todos. “Quase 90% dos clientes que efetuam uma compra após serem impactados pelo e-mail marketing vão para loja física. Eles, hoje, percebem e reconhecem a importância da informação e do cadastro estar correto, porque sabem que a Bibi vai conseguir impactar o consumidor a voltar na loja”, reforça Rocha.

De maneira geral, 5% de quem compra na loja foi impactado por alguma ação de e-mail marketing. Um dos diferenciais na estratégia está também em sua construção. As newsletters enviadas pela marca contam com dois botões: um de “compre agora” e que leva para o e-commerce e outro de “não compre agora, procure a loja mais próxima”. “A partir do momento que os franqueados perceberam que a estratégia dá resultado e que é possível mensurar tudo, eles enxergaram a importância da coleta correta dos dados e que todos saem ganhando”, pontua Débora.

A estratégia ominichannel da Bibi Calçados permite que o consumidor escolha o seu canal preferido, sem priorizar loja física ou a virtual. Para ampliar essa experiência, a companhia começa a testar um modelo que permitirá que o consumidor efetue a compra na loja física pelo e-commerce e receba em casa, possibilitando a experimentação, o contato físico da peça. Da mesma maneira que o cliente do online possa fazer trocas no ponto de venda. As possibilidades ainda estão em experimentação em apenas algumas lojas da rede e podem ser ampliadas no futuro.

Foco no consumidor
Um dos diferenciais que potencializou a estratégia desenvolvida pela companhia é a maneira como desde o início da trajetória ela colocou o consumidor em primeiro lugar. A preocupação com a criança e seu bem estar fez com que a fabricante investisse em pesquisas para entender o desenvolvimento infantil para desenvolver os produtos. Esses levantamentos hoje se transformam em conteúdo que compartilhado com os pais. “Estudos apontam que as crianças têm que usar o tamanho adequado para o pé e não calçados maiores ou menores. O melhor calçado que uma pessoa tem que usar é entre 0 e 12 anos, pois é o período de formação e base do corpo. O sapato inadequado nesta época pode causar uma má formação dos pés, ossos e músculos, problemas nos joelhos e costas no futuro”, explica a executiva.

Ao compartilhar as preocupações dos pais, a companhia consegue entregar informações relevantes, prestando um serviço importante. “Na primeira infância, a criança não entende o desconforto e ainda não sabe dizer que está sentindo, então é uma preocupação que os pais têm, principalmente os de primeira viagem. Ao ofertar o produto certo, ajudamos a minimizar essas questões”, pontua.

Para estar ainda mais próximo do cliente e acompanhar de perto suas expectativas e anseios, em 2008 a companhia resolveu entrar no varejo, pois percebeu que as lojas multimarcas passavam por um processo de reformulação. “A gente entendeu que o caminho para conquistar o cliente seria com uma loja própria oferecendo uma experiência única, como uma marca especializada em criança e que realmente se preocupa com este público”, comentou Débora Iserhardt.

Atualmente a Bibi Calçados conta com 88 lojas, entre franquias e unidades próprias, e está presente em 24 estados brasileiros, além do e-commerce. O plano de expansão prevê a abertura de 22 pontos, fechando 2017 com 110 unidades operando no varejo nacional, onde também pode ser encontrado em milhares de multimarcas. Com fábricas em Parobé (RS) e em Cruz das Almas (BA), a Bibi Calçados produz cerca de 2,6 milhões de pares ao ano. A empresa também está presente em 65 países com marca e produção próprias.

https://www.mundodomarketing.com.br/cases/37337/a-experiencia-em-data-driven-marketing-da-bibi-calcados.html