Arquivo da tag: ação promocional

BK continua saga de Dia de Halloween para “ressuscitar” Whoppers

bk whopper

Neste Dia das Bruxas o BK trará seu Whopper de volta do mundo dos mortos. Depois de cutucar o McDonald’s aproveitando a estreia do filme “It” na Alemanha e de convocar as pessoas para que vão vestidas de palhaço para que assim ganhem um Whopper em seus restaurantes aqui no Brasil, na França, o fast food promete ressuscitar os hambúrgueres que você devorou.

A ideia é simples: quem já tiver comido um Whopper este mês e guardar seu recibo, pode ir a mesma unidade da rede e assim ganhará um “Zombie Whopper”, a versão zumbi do hamburguer. Este, em uma embalagem temática desenvolvida especialmente para o Halloween.

Trident Fresh leva painel interativo para a Avenida Paulista

 

27 de Abril de 2017 1 

Trident

Trident estreia mobiliário urbano interativo para comunicar a linha Fresh e seu conceito “Refresque sua vibe”. O painel digital, instalado em uma das maiores avenidas de São Paulo, convida os pedestres a interagirem escrevendo ou desenhando uma mensagem para amenizar a correria do dia-a-dia.

O painel criado pela agência F/Nazca Saatchi & Saatchi foi desenvolvido pela Bizsys e ficará instalado na Av. Paulista até o dia 1º de maio. A distribuição de cortesias vai durar enquanto houver estoque.

Quem quiser participar precisará cadastrar o número do CPF e do celular para deixar o seu recado na tela TouchScreen. Com aspecto de congelada, a tela dá a impressão de que as pessoas estão escrevendo no gelo, como se fosse um vidro congelado de verdade.

Por fim, o participante receberá um SMS com o conteúdo criado para compartilhar com os amigos em todas as redes sociais.

Confira abaixo algumas fotos da ação:

FICHA TÉCNICA:

TÍTULO: O Ponto Mais Fresh da Cidade
DIREÇÃO GERAL DE CRIAÇÃO: Fabio Fernandes
DIREÇÃO DE CRIAÇÃO: Pedro Prado | Theo Rocha
CRIAÇÃO: Philippe Demar | Isaac Serruya | Adriana Leite | Luiz Brodo | Mica Moran
ATENDIMENTO: Ricardo Forli | Mariana Silveira | Gabriela Marques | Rafael Franceschini | Rafaela Assunção
MÍDIA: Maurício Almeida | Andre Cais | Fabiana Rodrigues | Thiago Ribeiro
PLANEJAMENTO: Danilo Lima | Tatiana Weiss | Carla Puttini
DIRETORA DE PRODUÇÃO INTEGRADA: Juliana Hasegawa
GERENTE DE PROJETOS: Vivian Mo | Bia Andreucci
DIRETOR DE TECNOLOGIA: Jefferson Russo
TECNOLOGIA E DESENVOLVIMENTO: Bizsys
MÍDIA EXTERIOR: Otima
ART BUYER: Edna Bombini | Juliana Gardim | Kamila Bertolino
ILUSTRAÇÃO: Boreal
PRODUÇÃO GRÁFICA: Jomar Farias | Leandro Ferreira | Guilherme Gaggl
APROVAÇÃO CLIENTE: Renata Vieira | Paloma di Santo | Raphael Dias

 

Instagram lança novidades para anúncios

21 de Setembro de 2016 10h – Atualizado às 10:07

instacta

O Instagram anunciou quatro novidades com o objetivo de atrair anunciantes para a plataforma. De acordo com a rede social, estudos apontaram que seria necessário modificar o botão “saiba mais” nas publicações de anúncios, tornado-as mais atrativas para os usuários, A partir desse insight, o design do call-to-action foi redefinido. Segundo o comunicado do Instagram, a performance dos posts que sofreram a alteração teve um aumento de 45%.

Além de realçar o botão, a partir de agora os usuários também poderão encontrá-lo na parte de comentários da publicação, podendo acessar o anúncio através dessa área. Quando o Instagram detectar informações adicionais daquele anúncio, como preço ou a URL do site, estas também aparecerão no call-to-action.

No caso de anúncios com vídeo, o conteúdo vai continuar rodando na tela do usuário enquanto a URL a que se refere a peça é aberta logo abaixo do post.

Todas as soluções recém anunciadas serão introduzidas nas próximas semanas, de acordo com a empresa do Facebook.

Opção de “Rascunho”

Outra novidade lançada recentemente pelo Instagram foi a opção de “Rascunho”. Desde ontem, os usuários da plataforma podem salvar um post para publicá-lo posteriormente. A nova opção é bastante simples: basta criar a publicação normalmente, carregando a foto, legenda e adicionando os filtros que deseja, e logo em seguida clicar na opção “Salvar como rascunho”.

Os posts ficam salvos na aba “Rascunhos”, localizada na parte inferior da tela, e podem ser resgatados a qualquer momento.

A opção, que havia sido liberada em julho deste ano para testes em algumas contas, agora é lançada globalmente pelo aplicativo. Detalhes de como utilzá-la estão disponíveis no painel de ajuda do Instagram (clique aqui).

http://adnews.com.br/social-media/instagram-lanca-novidades-para-anuncios.html

Snapchat mostrará anúncios entre histórias de seus amigos

14 de Junho de 2016 11h –  

snap

As últimas atualizações do Snapchat demonstram um claro posicionamento de aproximação com anunciantes. O botão Discover mudou, os Lives mudaram, e agora, o que mudará é o principal recurso da plataforma: o modo História.

Os anúncios verticais que já apareciam nos outros dois canais irão ser exibidos agora também nos vídeos de pessoas que o usuário tenha como amigo.  O que era um app pode estar se tornando um TV.

A empresa se negou a dizer quantas vezes os anúncios serão exibidos. Um porta-voz reconfortou um pouco os 150 milhões de usuários diários, afirmando que os anúncios serão “puláveis” e só aparecerão entre a passagem de uma história para outra e não no meio da postagem de uma mesma pessoa.

A companhia se demonstra cautelosa e sinaliza buscar a melhor maneira de monetizar sua base de usuários sem desrespeitá-los ou gerar migrações. “Fazer isso da maneira certa, com foco na criatividade, nos permite ser extremamente conservadores”, afirma o head de revenue, Peter Sellis.

A Hollister, P&G, Verizon, Warner Brothers, entre outras vão começar a anunciar dentro das histórias em breve.

http://adnews.com.br/social-media/snapchat-mostrara-anuncios-entre-historias-de-seus-amigos.html

Netflix oferece assinatura vitalícia a Sílvio Santos

O merchandising gratuito feito por Sílvio Santos à Netflix pode render uma assinatura vitalícia ao dono do SBT, que assumiu ser cliente da plataforma. No domingo, dia 22 de fevereiro, ao interagir com uma convidada do programa, o dono do Baú afirmou não assistir à televisão, pois prefere cinema. Ao assumir ser fã da série “A Biblia”, disponível no canal digital, ele emendou: “Se você não tem Netflix na sua casa, passe a ter. A mensalidade é de R$ 18,90, creio eu. Os donos da Netflix devem estar me vendo nos Estados Unidos e devem mandar para mim um mês de graça”.

A marca não demorou em responder ao apresentador, mas antes, pelas redes sociais, anunciou primeiro mês grátis para os novos clientes que assinarem o canal, numa carona à proposta de Sílvio. Em seguida, o CEO da Netflix, Reed Hasting, em um vídeo postado no Facebook da empresa, sugeriu ao apresentador: “Que tal um assinatura vitalícia?” Hastings recomendou ainda que Silvio Santos conhecesse House of Cards, que segundo ele “não é nada como A Bíblia, mas acho que você vai amar”.

Fonte: Por Roberta Moraes, do Mundo do Marketing | 27/02/2015

http://www.mundodomarketing.com.br/ultimas-noticias/32944/netflix-oferece-assinatura-vitalicia-a-silvio-santos.html

O dia em que o Waze me levou ao cemitério das inovações na propaganda

Andava de carro outro dia com o Waze ligado quando um anúncio apareceu no navegador e me levou até a minha infância. Mais precisamente, à cozinha da casa da tia Tereza.

Tia Tereza era a pessoa mais novidadeira da família. Naquela época, começo dos anos 80, as grandes inovações do cotidiano aconteciam no segmento de utilidades domésticas. Surgiam o tempo todo apetrechos incríveis para ajudar as donas de casas em seus afazeres. Descascador de abacaxi. Separador de gema de ovo. Abridor de vidro de azeitona emperrado. Forminha pra fazer picolé.

Tia Tereza tinha todos eles, que ia descobrindo nas lojas, nas revistas ou na UD, a concorridíssima feira de utilidades domésticas que atraía mais gente que o Salão do Automóvel. Abrir as gavetas da cozinha da casa dela era uma diversão. Meu utensílio favorito era um dispositivo para chupar laranja sem descascar. Bastava espetar na fruta, girar de um lado pro outro, e o caldo descia por um canudo.

O anúncio no Waze me mandava virar à direita para ver o mais novo lançamento da construtora Brooksfield. Fiquei um pouco incomodado com a propaganda tapando metade do navegador, mas ela sumiu logo, sem causar prejuízo. Imagino que os engenheiros do Waze saibam o momento exato de exibir essas propagandas, que não atrapalhe a navegação nem cause um acidente de trânsito. Já pensou ser responsabilizado pela trombada?

“Seu guarda, eu estava morrendo de fome e, bem na curva, apareceu um anúncio com uma picanha suculenta…”

A Última Inovação Publicitária
Como não estou em busca de apartamento para comprar, segui em frente. Mas a propaganda no navegador me fez pensar na atração que as inovações exercem sobre as pessoas. Percorri o caminho da cozinha da tia Tereza ao marketing moderno. E parei pra pensar nas opções que os anunciantes têm hoje em dia. Diante de tantas possibilidades, como saber se você está usando a combinação mais adequada de plataformas e mídias? São tantas…

Recentemente, um amigo passou a vender propaganda em celular. Até aí, nenhuma novidade. “Mas a nossa combina geolocalização com recorte demográfico”, ele enfatizou. A empresa em que ele trabalha monitora os deslocamentos do público não pelo GPS, como o Waze, mas pelas antenas de celular na rua. “Quando você se descola, seu celular vai se comunicando automaticamente com a antena mais próxima, para ficar disponível para as chamadas”, explicou. “Isso permite descobrir onde as pessoas moram ou trabalham e planejar as campanhas.” As informações demográficas vêm do cadastro e do histórico de contas do cliente. Juntando as duas coisas, o sistema permite, por exemplo, que uma butique chique envie um torpedo com uma oferta especial apenas para as mulheres de classe A que trabalham a até 300 metros da loja. O Google tem um sistema semelhante, que usa o GPS e, dizem, até os sinais de wifi captados pelos carros que fotografam para o Google Street View.

Outro conhecido vende um serviço de e-commerce em vídeo. Você clica nos produtos que aparecem no vídeo e eles vão para o carrinho de compras. Depois, é só concluir a operação. Segundo ele, funciona especialmente bem em tutoriais, como uma aula ensinando a fazer churrasco (você clica nas facas, nos espetos…) ou num curso de maquiagem (batom, sombra, rímel…).

Acho esse mundo fascinante. Mas creio que muitas dessas inovações encantam mais pela engenhosidade do que pelo resultado que proporcionam ao anunciante. Portanto, não terão vida longa. Foi assim com o Second Life, que há dez anos prometia um mundo paralelo para as marcas, o consumo e a publicidade, depois sumiu. Mais recentemente, aconteceu o mesmo com os sites de compra coletiva.

Outro canto da sereia fez várias marcas de consumo produzir sites de conteúdo. Sonhavam atrair a atenção dos consumidores e não precisar mais comprar mídia para divulgar seus produtos. Lembro especialmente de uma marca de eletrodomésticos que chegou a investir em propaganda em revistas para mostrar não os seus aparelhos, mas sim o site de culinária que havia criado. A audiência nunca decolou.

Quais inovações em mídia digital para anunciantes ainda estarão entre nós daqui a cinco, dez anos?  Fácil prever que links patrocinados do Google, filmes de 5 segundos no Youtube, banner na timeline do Facebook ou no ecossistema da mídia programática são candidatos a um lugar no futuro.

Mas suspeito que muitas novidades que hoje fazem grande sucesso em planos de comunicação vão virar história como as gavetas da tia Tereza.

Demetrius Paparounis é jornalista, consultor em comunicação e diretor da TAG Content 
17/11/2014
Leia Mais: http://www.meioemensagem.com.br/home/midia/ponto_de_vista/2014/11/17/O-dia-em-que-o-Waze-me-levou-ao–cemit-rio-das-inova–es-na-propaganda.html#ixzz3JU3uDQ84
Follow us: @meioemensagem on Twitter | Meioemensagem on Facebook

Xuxa morena é eleita melhor ação de Marketing de 2012

Coca-Cola Zero colocando o nome nas embalagens ficou com o segundo lugar, seguido pela surpresa que Kibon provocou aos seus consumidores ao pagar o seu sorvete

Por Redação, do Mundo do Marketing | 17/12/2012

A mudança da cor de cabelo da Xuxa de loiro para moreno promovida pela Wella foi eleita como a melhor ação de Marketing de 2012. A transformação inédita proposta pela marca da P&G durante seis semanas alcançou o primeiro posto em votação aberta pelo Mundo do Marketing. A Coca-Cola Zero colocando o nome de consumidores nas embalagens ficou em segundo no ranking, à frente da Kibon, em terceiro, que surpreendeu seus clientes pagando pelo sorvete.
Durante 13 dias, 2.575 pessoas votaram na ação de Marketing que mais se destacou em inovação, resultado, audiência e repercussão entre os leitores do portal e nas redes sociais. O quarto posto ficou com o Spoleto com o vídeo bem humorado em resposta a uma crítica na mídia social. A Allianz com o espelho com delay ficou em quinto, seguido da Hellmann’s, que criou uma receita de comida a partir dos ingredientes comprados pelo consumidor no supermercado.
A sétima melhor ação de Marketing de 2012 é a plataforma Skol Churrasco, seguido pela Niely ao alisar as curvas do calçadão de Copacabana, pelo Karaokê do Bar Aurora & Boteco Ferraz, e, encerrando a lista na décima colocação, o lançamento do ovo de páscoa de cerveja pela Skol

http://www.mundodomarketing.com.br/ultimas-noticias/26261/xuxa-morena-e-eleita-melhor-acao-de-marketing-de-2012.html

Danone presenteia blogueiras com geladeiras que tuítam

Ação para marca de águas Bonafont posta mensagens de incentivo ao consumo do produto em perfis do microblog

Por Fernanda Salem, do Mundo do Marketing | 14/09/2011

A Danone distribuiu geladeiras portáteis conectadas à internet wireless para seis mulheres com perfis influentes no Twitter, em ação para a marca de águas engarrafadas Bonafont.

Toda vez que a porta do eletrodoméstico, contendo garrafas do produto, é aberta, um tweet é postado automaticamente no perfil da pessoa, avisando a seus seguidores que ela está bebendo água e incentivando que façam o mesmo. Caso o dono da geladeira fique 12 horas sem abri-la, o equipamento envia uma mensagem direta na rede social, lembrando-a de se hidratar.

A ação tem o objetivo de estreitar o relacionamento com formadores de opinião da internet e, consequentemente, com os consumidores. A estratégia foi criada pela agência de interatividade Wunderman, que desenvolveu a tecnologia.

Não é a primeira vez que a empresa recorre a porta-vozes da web como forma de divulgação. Recentemente, a Danone criou torradeiras que customizavam a superfície do pão com a frase Tomou Actimel hoje?, para sua marca de leite fermentado, e distribuiu entre blogueiras.

Danone presenteia blogueiras com geladeiras que tuitam

http://www.mundodomarketing.com.br/5,20546,danone-presenteia-blogueiras-com-geladeiras-que-tuitam.htm

Você conhece o ciclo de vida de seus produtos?

Marketing

Saiba como avaliar o posicionamento e a classificação de seus produtos para, então, obter a melhor estratégia de preços

O seu produto está na fase de Introdução, Crescimento, Maturidade ou Declínio no mercado? Qual é o estágio em que meu produto ou serviço exige investimentos para crescer no mercado ou, ainda, em que momento tenho que perceber o prejuízo que ele oferece?

Muitas dessas questões são aferidas quando na necessidade de compreender e definir a estratégia operacional e de marketing na empresa, na composição dos preços ou na realocação de recursos financeiros. Veja como conhecer o ciclo de vida dos produtos:

Introdução: no lançamento do produto no mercado, a empresa pode concorrer até mesmo com tecnologias alternativas, afinal, a maioria dos potenciais clientes ainda não conhece os atributos e benefícios do seu produto e é a hora de determinar a melhor estratégia de preços.

Um bom exemplo foi a introdução do IPhone no mercado norte-americano. A Apple buscou um preço superior ao dos concorrentes, mas teve que diminuir o valor sob a ameaça de as demais empresas reduzirem seus preços, diz Frederico Zornig, CEO da Quantiz Pricing Solutions e professor da FGV.

Crescimento: em alguns casos, a empresa precisa definir se busca a diferenciação ou a eficiência operacional para poder brigar com os preços baixos. Outra saída é o desenvolvimento de serviços adicionais para ter maior valor no mercado.

Maturidade: o mercado dá sinais de saturação. O crescimento de vendas estabiliza, os concorrentes buscam novos nichos e há a tendência de comoditização. É o momento para segmentar o mercado e oferecer produtos e serviços diferenciados.

Um ótimo exemplo é a telefonia celular. Há muitas combinações entre planos pós e pré-pagos, promoções, aparelhos e combos de voz, dados e internet. O mercado migra para soluções mais baratas, afirma Zornig.

Declínio: a concorrência chega ao máximo e pode até ser reduzida se o produto continuar em queda. É o momento para busca ou manutenção de certa lucratividade, sem aumentar muito o preço e tirar o atrativo do valor percebido pela novidade que está substituindo seu produto (isso se sua empresa for a que está lançando a nova tecnologia).

Um produto que reduziu muito os preços foi o CD com músicas. Depois, as gravadoras voltaram a praticar preços mais saudáveis a um nicho de clientes que não adotaram novas tecnologias, como o iPod, afirma Zornig.

Construindo um portfólio

Para Edson Gonçalves, professor da pós-graduação da ESPM, a classificação dos produtos pode ser também suportada pelo modelo da Matriz BCG que é a análise do portfólio de produtos de acordo com a classificação da instituição Boston Consulting Group.

De acordo com a Matriz BCG, classificar os produtos e serviços como interrogação, estrela, vaca leiteira e cachorro, pode também ajudar a conhecer qual é o momento de alterar preços e remodelar serviços. Conheça alguns exemplos:

É mais aconselhável construir matriz BCG nas fases de crescimento e maturidade do produto, uma vez que na fase de introdução tudo é incipiente, diz Zornig. Para ele, na fase de crescimento, o mercado expande rápido e precisamos saber se o tempo que o produto levará para alcançar a liderança.

Na maturidade, o crescimento é baixo ou não existe e é provável a existência de produtos vaca leiteira ou cachorros. A diferença pode ser definida pela participação de mercado e pela capacidade de geração de caixa dos produtos de seu portfólio.

Os produtos vaca leiteira trazem maior retorno em uma ação promocional, por exemplo, por apresentar grandes volumes e, muitas vezes, representar marcas fortes em seus segmentos.

Para o caso de ações promocionais, a cautela é sempre o principal atributo. O professor indica a conscientização do consumidor, que precisa perceber a sazonalidade dos preços baixos temporariamente.

Manter preços baixos por longo prazo ou com alta frequência aumenta o risco de se reduzir a percepção de valor no futuro, prejudicando a rentabilidade desses produtos, alerta o professor.

http://www.hsm.com.br/editorias/marketing/voce-conhece-o-ciclo-de-vida-de-seus-produtos

Pepsi terá que responder ao Procon

Na semana passada, a Pepsi divulgou uma campanha, apresentada pelas gêmeas de nado sincronizado, Bia e Branca Feres, e pelo apresentador Rodrigo Faro, dizendo que na compra de uma Pepsi, no último final de semana (dias 10 e 11), o consumidor teria o direito de levar outra igual sem precisar pagar a mais por isso.

Acontece que a promoção lotou os supermercados de São Paulo e o produto se esgotou antes mesmo das primeiras 24 horas, segundo o Procon-SP, que por conta disso e das reclamações dos consumidores, notificou hoje (12) a Pepsi, solicitando esclarecimentos sobre a promoção Compre uma Pepsi e Ganhe Outra Igualzinha.

No comunicado, o órgão de defesa solicita a Pepsi esclarecimentos sobre a quantidade de produtos distribuídos para atender os pontos de venda e como ela pretende atender os consumidores que não conseguiram fazer sua compra nos termos da promoção.

De acordo com a assessoria de imprensa, a promoção foi um sucesso e superou em muito as já altas expectativas para o fim de semana. Afinal, a operação de produção e logística foi dimensionada para atender à forte demanda que esperávamos para o período e colocou nas lojas, para venda nestes dois dias, o volume superior a um mês de vendas regulares. Ainda assim, vários pontos de venda esgotaram os seus estoques em poucas horas. Agradecemos a forte adesão dos consumidores à ação”, diz o comunicado.

A nota explica também que apesar da promoção prever que sua validade duraria até o final do estoque, os consumidores que entraram em contato

Após o cumprimento da convocação, o Procon-SP pretende avaliar as explicações da empresa e, dependendo do resultado, aplicar um processo administrativo ou multar a companhia, com base no Código de Defesa do Consumidor, se for o caso.

Escrito por Elaine Medeiros
Seg, 12 de Setembro de 2011 17:07

http://www.cmnovarejo.com.br/ponto-de-venda/exposicao/1849-pepsi-tera-que-responder-ao-procon