Arquivo da categoria: Marketing interativo

Asics reinaugura flagship store na Oscar Freire

A marca esportiva Asics irá reinaugurar no próximo sábado, 1º de junho, sua Flagship Store na rua Oscar Freire, em São Paulo. Com projeto arquitetônico repaginado, a loja contará com todos os produtos da marca, além de seus principais lançamentos. Entre eles está a Casa Tokyo, espaço no mezanino, que será dedicado a receber eventos e ativações já visando os jogos olímpicos no Japão, em 2020.

Um dos destaques da loja continua sendo o Asics Foot ID. Em seu primeiro estágio, o teste escaneia os pés da pessoa. Em um segundo momento, ocorre a análise da corrida em uma esteira. Uma câmera de alta definição capta imagens da passada em câmera lenta e, após o cruzamento de dados, é possível avaliar o pé e descobrir deformidades, calos e/ou angulações. O teste é realizado com um calçado neutro que conta com sensores embutidos, sendo eles os responsáveis pelos detalhes que auxiliam na indicação do calçado mais adequado.

Além do teste da pisada, será possível encontrar também os sneakers clássicos da Asics Tiger – como o GEL Kayano 5 OG, marcado pelo seu design, entre outras novidades, com destaque para GEL-Nimbus 21, Metaride e Court FF Novak.

O projeto da loja foi feito pelo arquiteto paulistano Naoki Otake. Com vivência no Japão, seu trabalho é inspirado no estilo sukiya da arquitetura mais tradicional japonesa. Entre os conceitos mais trabalhados pelo profissional está o wabisabi, estética que remete a transitoriedade e a imperfeição. Após a reformulação, a Flagship, que foi aberta em 2011, conta agora com um espaço total de 422m².

Starbucks at Home leva realidade aumentada para pontos de venda

A Starbucks at Home, nova linha de cafés da rede de cafeterias feita em parceria com a Nestlé, criou experiências personalizadas para os consumidores em pontos de venda, com uma gôndola inteligente e uma ativação de realidade aumentada. O objetivo é ajudar as pessoas a conhecerem melhor os produtos e realizarem uma compra mais direcionada e adequada ao seu perfil.

O aplicativo de realidade aumentada é acessado por meio de um tablet disponível em espaços ambientados da marca. Ao apontar o dispositivo para um marcador impresso no móvel, é projetado o holograma de um embaixador Starbucks, que apresenta um menu interativo com as opções de vídeos informativos, quiz e conteúdos adicionais. O quiz conta com cinco perguntas chaves e respostas rápidas que ajudam a mapear a personalidade do consumidor e permitem a indicação do produto mais adequado para ele.

Pelo aplicativo também é possível descobrir e ter mais informações sobre as diferentes formas de preparo – como prensa francesa, coado, sistemas Dolce Gusto e Nespresso –, torras, aromas e conhecer mais sobre a história do café. Promotores ficam posicionados nos pontos de venda para auxiliar os consumidores no uso do aplicativo.

Já a gôndola inteligente traz um sistema que consegue capturar todos os dados de interação do consumidor com o produto no espaço, além de possuir um dispositivo de mídia que traz mensagens sobre os itens disponíveis ali. A gôndola também reposiciona automaticamente os produtos quando a pessoa retira um item da prateleira, trazendo-os para a frente.

As novidades já estão presentes em dez lojas em São Paulo, que podem ser localizadas no site Starbucks at Home. “Queremos que o consumidor tenha em mãos ali, no momento da compra, todas as informações necessárias para fazer uma escolha assertiva. Com as tecnologias, conseguimos ter cada vez mais dados para oferecer opções personalizadas para a pessoa ser atendida em suas necessidades”, afirmou Erika Junqueira, head de Marketing de Starbucks.

A linha Starbucks At Home foi lançada em abril, sendo composta por 15 produtos, entre seis variedades de cápsulas para o sistema Nespresso, seis para o sistema NESCAFÉ Dolce Gusto – incluindo cappuccino e latte maccchiato – e três opções de torrado e moído, que marcam a entrada da empresa neste segmento no Brasil. A nova linha conta com blends da Starbucks, todos produzidos com café 100% arábica, proveniente de cultivos ambientalmente responsáveis, condições de trabalho justas e transparência econômica. A linha traz em suas embalagens informações e conteúdo que ajudam o consumidor a identificar a bebida – como perfil da torra, aroma e intensidade.

A Nestlé investiu US$ 7,15 bilhões pelo direito perpétuo e global de comercialização, exclusivamente no varejo, de produtos com a marca Starbucks, com exceção das cafeterias S. A linha está disponível nos principais supermercados de São Paulo.

Varejista chinesa recebe flagship com experiência de compra

A agência de design de varejo Dalziel & Pow criou uma loja com experiência de compra diferenciada para a marca “Selected” do grupo chinês Bestseller Fashion.

O novo conceito premium da Future You Store será lançado inicialmente em uma série de lojas em Pequim, oferecendo um espaço “pronto para conectar, mudar e vestir o futuro consumidor”. O modelo de loja pretende divulgar a Selected como o destino para comprar roupas de trabalho de qualidade e que seguem as tendências, além de criar um modelo de estilo de vida aspiracional em torno da marca.

Integrando uma experiência dinâmica e hiperconectada para impressionar os nativos digitais da China, a loja inclui projeções, sinalização cinética e um feed de mídia social ao vivo por trás do caixa para evocar um sentimento de mudança e “novidade”. Um “espelho mágico” dentro da área dos provadores permite que os clientes percorram os produtos para encontrar sua roupa perfeita, que, uma vez escolhida, pode ser compartilhada via WeChat.

Pequenas telas de bolso, chamadas “Debriefs”, estão à disposição, integradas em toda a loja. Nelas são exibidas pequenas informações sobre o produto, escolha de materiais utilizados na confecção e inspirações de moda.

A linguagem do design da loja foi desenvolvida para criar uma sensação de “um único espaço”, um conceito projetado para pessoas e não para gêneros; um local fluido que cria fluxo entre categorias e reflete o fato de que os casais chineses costumam fazer compras juntos. Uma única arara com os produtos flui através de toda a loja, unificando simbolicamente o espaço.

Os provadores selecionados são uma característica arquitetônica importante, além de um espaço social, assim como o balcão do caixa. Há também store-in-store separadas para as marcas Chinos e Denim, aprimoradas por pequenas telas que detalham as características de modelagem e tecido.

Clube Morena Rosa abre flagship store com espaço instagramável

O Grupo Morena Rosa, empresa paranaense especializada em varejo de moda, inaugurou a primeira flagship store do Clube Morena Rosa, na rua Oscar Freire, em São Paulo. A loja segue o modelo de franquia já consolidado pela holding e reúne as cinco marcas da companhia: Morena Rosa, Maria Valentina, Zinco, Lebôh e Iódice.

O espaço foi projetado por Julio Takano da Kawahara Takano Retailing, em parceria com a arquiteta da marca, Mara Liz Alves. A loja tem 654m² e apresenta o conceito de um grande closet que engloba todas as marcas e estilos de clientes do grupo, oferecendo uma experiência diferenciada. “O piso de madeira e a textura nas paredes traz ao ambiente aconchego e conforto. No fundo da loja, próximo aos provadores, temos uma área instagramável que remete ao mundo Clube Morena Rosa. Nos provadores, a iluminação foi pensada para valorizar o corpo da cliente. É possível controlar a intensidade e temperatura de cor da iluminação”, explicaram Julio e Mara. O provador se estende até um jardim. O caixa traz a possibilidade de o cliente tomar um drink enquanto paga, em um bar estilizado.

Nas araras estão disponíveis as coleções Primavera Verão 19/20 das cinco marcas do grupo. As linhas Morena Rosa Beach, Shoes e Intimates, assim como os perfumes e acessórios, recebem identidade visual de mobiliário específicas que traduzem o lifestyle dos produtos. “A loja conceito Clube Morena Rosa Oscar Freire levará nosso mix de produtos para um dos melhores endereços comerciais de moda do Brasil. A ideia é termos em um único espaço das marcas, com identidades próprias e que se complementam, permitindo uma experiência de compra completa às nossas consumidoras”, disse Lucas Franzato, CEO do Grupo Morena Rosa.

Atualmente, o Clube Morena Rosa possui 35 unidades no Brasil, sendo 11 próprias e 24 franquias. A recém-inaugurada flagship store é a sétima em São Paulo. “O nosso projeto de franquias está em expansão e a expectativa é chegarmos a 50 lojas até o fim de 2019 e 100 até 2021”, concluiu Lucas.

Para Claudia Bittencourt, diretora geral da Bittencourt, o processo de expansão é natural: “A Morena Rosa tem uma identidade própria bastante forte e um conceito que exala todo o poder e autenticidade da mulher brasileira. A expansão mais acelerada com franquias com o Clube Morena Rosa é um processo natural para a marca que já está operando no sistema a 6 anos. A nova loja vem para traduzir ainda mais essa identidade e assim, conquistar novos mercados.”

Microsoft inaugura flagship no centro de Londres

A Microsoft abriu sua primeira loja na Europa, em Londres. Localizada nos três andares de um edifício histórico de 1912 na esquina da Regent Street com a Oxford Street, área comercial central na capital britânica, o novo espaço será vizinho da principal loja da Apple. A unidade de 2.043 metros quadrados ocupa o endereço ocupado desde 1996 pela Benetton, principal marca de roupa do Reino Unido.

“À medida que construímos nosso próprio hardware com o Surface e expandimos nossas ofertas corporativas, estamos descobrindo que um local físico é realmente valioso”, disse Chris Chief, diretor de marketing da Microsoft. “Temos uma equipe trabalhando nisso há vários anos.”

O impulso dos gigantes da tecnologia para abrir lojas chamativas para exibir seus dispositivos e softwares provou ser um dos poucos pontos brilhantes para a indústria de varejo em dificuldades do Reino Unido, que tem sido assolada por falências, fechamento de lojas e cortes de aluguel. A pressão de varejistas online, como a Amazon, e um aumento nos custos, decorrente da queda da Libra causada pelo Brexit estão prejudicando as cadeias de lojas em particular.

As lojas da Apple estão agora entre os maiores impulsionadores do tráfego de pedestres nos shoppings, substituindo as lojas de departamentos como as mais procuradas para serem as novos âncoras. A Samsung Electronics Co. alugou uma loja âncora para ser o showroom de seus aparelhos no sofisticado shopping center que foi aberto no ano passado em Kings Cross, em Londres, projetado por Thomas Heatherwick.

Capossela disse que os anos de planejamento para expandir para a Europa não foram afetados pelas observações das ruas da Grã-Bretanha, mas pelo que ele aprendeu operando lojas nos EUA nos últimos 10 anos.

“Não estamos fazendo uma loja de varejo físico porque outra pessoa não abrindo”, disse ele. “É realmente apenas uma oportunidade para servirmos a um grupo de clientes que querem saber o que está acontecendo em nossa empresa”.

A nova loja combina paredes brancas com piso de madeira e móveis, adicionando painéis de vídeo do chão ao teto, estações de gravação a laser para personalização de produtos e uma variedade de salas de conferência para sessões de treinamento e educação.

Os clientes podem experimentar o headset de realidade aumentada Hololens, da Microsoft, ou comprar um novo laptop ou um cabo de carregamento. Mas os jogadores de videogame e os fãs da plataforma Xbox da empresa têm uma grande área dedicada apenas para eles. Uma sala cheia de consoles Xbox One também tem webcams e fones de ouvido para sediar torneios de e-sports na loja, e telas de 98 polegadas pontilham a maioria das paredes para atrair jogadores populares para mostrar sua presença no local.

“Nenhuma outra loja da Microsoft tem o salão de jogos que essa loja tem”, disse Capossela. “Há experiências de jogo aqui que são completamente exclusivas de Londres.”

O prédio fica em uma das áreas mais sofisticadas da capital inglesa, a Oxford Circus – a mais movimentada faixa de pedestres da Europa, de acordo com o Conselho da Cidade de Westminster. Foi projetado por John Nash, o arquiteto por trás do Palácio de Buckingham, que fica a uma curta caminhada da nova loja da Microsoft.

O CMO não comenta se a empresa planejava abrir outras lojas no Reino Unido ou na Europa, ou por quanto tempo a loja ficará em funcionamento.

Por Imprensa Mercado & Consumo – 

Walmart inaugura loja tecnológica

[tempo para leitura: 1 minuto]A rede de supermercados norte-americana Walmart mostrou sua visão para o futuro do varejo. Isso foi feito por meio do lançamento de sua primeira inteligente – uma resposta, é claro, aos esforços da Amazon com sua loja automatizada e sem caixas registradoras, a Amazon Go.

O espaço da Walmart tem 50 mil metros quadrados e aplica diversos tipos de tecnologia, como inteligência artificial e câmeras de rastreio. O projeto foi batizado de Intelligent Retail Lab (IRL).

O “laboratório”, que conta com mais de 30 mil itens, fica em Levittown, no estado de Nova York. Apesar de seguir o mesmo interesse pelo futuro do varejo físico que a Amazon Go, o IRL tem algumas diferenças. Enquanto na loja da Amazon o cliente pode entrar, pegar o que quiser e sair andando – como relatamos neste texto -, a unidade do Walmart ainda mantém caixas tradicionais.

Na unidade da rede de hipermercados, seu aparato tecnológico tem outras funções, como notificar produtos em falta nas prateleiras, avisar aos clientes sobre caixas disponíveis, monitorar a quantidade de carrinhos na loja e até avaliar se alimentos in natura estão estragados – tudo isso com a tecnologia das câmeras com inteligência artificial.

As informações geradas serão encaminhadas para os 100 funcionários da unidade, que terão a missão de garantir que bifes e verduras sempre estejam frescos para os clientes na geladeira. Isso também marca uma diferença crucial em relação às lojas Amazon Go, que tenta usar o menor número de funcionários possível.

De acordo com a empresa, toda essa tecnologia deverá produzir a modesta quantia de 1,6 terabyte de dados por segundo. Por conta disso, a loja teve que instalar em seu espaço seu próprio data center, o que pode dar ares de ficção científica ao novo mercado.

Fonte: Época Negócios

Startup norte-americana cria freezer que faz ofertas personalizadas

A startup americana Cooler Screens criou um freezer capaz de personalizar ofertas. O aparelho é interativo, possui sensores de movimento, câmeras e sistema de e rastreamento ocular. O item já está em funcionamento em seis unidades da rede de farmácias Walgreens.

A peça identifica as pessoas por gênero, idade e percebe quais produtos que os consumidores estão olhando, avaliando ainda o tempo que permanecem em pé e a reação emocional a algum item. Ele coleta os dados em tempo real, utiliza um algoritmo para determinar os anúncios mais adequados para aquele momento.

O freezer é fechado por uma tela que mostra o produto está atrás da porta. Ele pode sugerir, por exemplo, um refrigerante “zero” para um homem que está olhando para as bebidas. O sistema é capaz de identificar preferências, como a dos homens pelos refrigerantes zero açúcar.

O equipamento também avalia o horário da compra. Se a pessoa realiza as compras no final da tarde, por exemplo, receberá sugestões como pizzas congeladas. As câmeras identificam os produtos que já estão com o cliente, para tentar convencê-lo a comprar outro alimento.

De acordo com a startup, os dados coletados não são armazenados. Mas ela deseja que os consumidores ajudem a abastecer sua base. Isso poderia ser feito, por exemplo, por meio do aplicativo da Walgreens, onde é possível indicar as preferências. Se um cliente incluir itens sem lactose em suas preferências, irão ser indicadas para ele ofertas destes produtos.

Segundo um estudo realizado pela Cooler Screens, 75% dos consumidores escolhem refrigerantes por impulso. A startup tem contratos com a Nestlé, Coca-Cola, Pepsi e outras 13 companhias.