Arquivo mensal: outubro 2018

Artigo: A importância da inteligência competitiva no contexto digital

dsa

Você já ouviu falar em inteligência competitiva (IC)? Se está atento e acompanhando o buzz sobre temas como transformação digital e o que vem ocorrendo no mercado, no mínimo tem uma boa ideia do que estamos falando. Empresas de todos os portes e segmentos já percebem que devem ser orientadas por dados. Assim, uma das principais abordagens em qualquer organização e que é adotada, com certeza, por aquelas que procuram aperfeiçoar sua capacidade de compreender seu ecossistema e seu público para se manterem vivas, é o uso da inteligência.

Aplicada sobre as informações relevantes do negócio, a inteligência competitiva possibilita verificar tendências, prever movimentos, encontrar oportunidades e dar forte embasamento às decisões estratégicas da companhia, em um trabalho que pode visar o longo prazo.

Estamos em um mundo que experimenta mudanças constantes e em altíssima velocidade, e a verdade é que nunca se gerou tanta informação quanto nos tempos atuais. Produzimos dados a todo instante, e esse imenso volume está à disposição para ser analisado e bem trabalhado pelas companhias.

Utilizada em conjunto com a inteligência competitiva, a inteligência de mercado contribui no desenvolvimento de ações inovadoras, já que a análise das informações da concorrência e das demandas dos consumidores possibilita que uma empresa inove em seus serviços ou produtos, causando impacto muito positivo diante do seu público-alvo.

Afinal, é somente com uma análise mais aprofundada que se consegue conhecer bem o cliente, compreender o setor do mercado com seus problemas, desafios e oportunidades. E a IC realmente se mostra importante porque, com essa orientação, conseguimos obter informações relevantes, fazer cruzamentos interessantes e conhecer profundamente quem concorre com a nossa empresa. A partir daí, podemos antever algumas direções ou ocorrências de modo a nos posicionarmos de uma maneira melhor, mais competitiva e isso não tem preço.

É fundamental hoje poder analisar as iniciativas de quem disputa o mercado com você, tanto para saber como o competidor se comporta quanto para verificar como o público reage a essas ações. Quanto mais você atua sobre bases de conhecimento sólido, mais vai deixando o “achismo” de lado, pois a construção de uma inteligência competitiva verdadeira contribui para que sua tomada de decisão tenha mais embasamento e, consequentemente, seja mais certeira e poderosa.

As informações estão aí, e é fundamental trabalhar bem com elas para não perder terreno e não ficar para trás. E para otimizar e tornar menos árduo esse trabalho, a tecnologia para variar é a melhor aliada.

O marketing hoje é potencializado pela tecnologia, e as agências contam com ferramentas, plataformas e soluções alinhadas para o marketing digital. Surgem as Martechs, que mesclam e trabalham com os dois setores para tornar ainda melhores e mais eficientes as mais variadas iniciativas. Afinal, as ações de marketing e comunicação só têm a ganhar com o cuidadoso acompanhamento da movimentação da concorrência, verificando como ela atua nas redes sociais, nos blogs e sites, como são as interações que ocorrem, que tipo de retorno o público oferece.

Uma coisa é certa: negócios cujos gestores obtêm e aproveitam informações estratégicas a respeito da concorrência e do mercado ganham muito em competitividade. E, com isso, podemos afirmar que talvez o que falte para a sua agência seja simplesmente esse tipo de conhecimento.

Como se comporta o seu mercado? Seus competidores fazem que tipo de campanha? Em que redes sociais estão presentes? De que modo? Como é a interação no blog deles? De que maneira eles se comunicam em cada um dos canais em que atuam? E como interagem com o público? Qual é a resposta dos clientes às interações das marcas? Estes são alguns dos muitos pontos possíveis de serem levantados e estudados a partir de uma plataforma completa que faça uso da inteligência competitiva.

http://adnews.com.br/adarticles/artigo-importancia-da-inteligencia-competitiva-no-contexto-digital.html

Twitter terá página especifica para conversas sobre programas de TV no Brasil

 

AAAAAAAAA

Nesta terça-feira (23), o Twitter anunciou o lançamento oficial de uma página especial que reúne tuites de usuários que comentam programas de TV enquanto são exibidos. O recurso foi testado na Copa do Mundo da Rússia e continuou nas eleições.

“A ideia é tornar mais simples a experiência das pessoas interessadas em acompanhar e comentar sobre o que está acontecendo nos programas de TV”, comunicou a empresa na rede social.

Cada programa contará com sua própria página e será disponibilizada 30 minutos antes e 30 minutos após a transmissão, para a interação dos internautas. As chamadas com os links para as páginas poderão ser visualizadas na aba “Explorar”.

http://adnews.com.br/internet/twitter-tera-pagina-especifica-para-conversas-sobre-programas-de-tv-no-brasil.html

A fofurização do varejo – experiência acima de tudo!

Por Marcos Hirai – 18 de outubro de 2018

O MorumbiShopping, templo do consumo da zona sul paulistana vêm se tornando, voluntariamente ou não, berço de vários novos modelos de varejo que têm em comum propostas de lojas que oferecem, sobretudo, experiência ao consumidor além de uma dose de fofura. Conheçam algumas delas (e aproveite para visitá-las):

Estrela Beauty – Em junho último, a tradicional fabricante de brinquedos Estrela inaugurou a primeira unidade da “Estrela Beauty”, uma marca de play make-up e acessórios, pensados e desenvolvidos para a criança. O espaço dispõe de diversas penteadeiras para quem quiser se maquiar “brincando”. Uma loja concebida para experiências, por isso, na entrada da loja existe um painel interativo com animação como um ponto de atração, onde as crianças podem brincar e clicar nos ícones. Além de um espelho mágico, que possui um monitor atrás, promovendo interatividade, onde a criança assiste outras crianças com vários tipos de maquiagem. Um ateliê com mesa, onde ela pode sentar e se maquiar, há armários com produtos para pegar e se divertir, papéis para desenhar e espelhos com frases escritas com batom. Para as meninas, papais e mamães, é um lugar com diversão garantida.

Snoopy Café – Snoopy, o famoso cão das histórias em quadrinhos criadas por Charles Schulz, é o tema de uma cafeteria inaugurada em junho. O balcão da loja é todo decorado com as tirinhas da turma de Charlie Brown. E as xícaras, os guardanapos, os copos e a maioria das guloseimas vêm decorada com imagens dos personagens. Quem é fã também pode levar para casa uma lembrancinha, já que a casa vende canecas e bichos de pelúcia de personagens como Snoopy, Charlie Brown, Woodstock e Lucy. Fofos não?

Megastore Cacau Show – A loja inaugurada em agosto ocupa 450 m² do piso térreo e é a maior loja de chocolates em shopping centers do Brasil. O espaço lúdico mostra um ambiente repleto de experiências diferenciadas. Por exemplo, nas noites de terça e sexta, monta-se um palco de shows de jazz gratuitos. Um setor destinado aos produtos infantis hospeda um teatro de fantoches. Há ainda o chamado Cacau Lab, onde profissionais ensinam o público a fazer temperagem do chocolate e outros truques. Tem também uma exótica e charmosa cafeteria. Na área Bean to Bar, os consumidores podem acompanhar todo o processo de torra e drageamento do cacau. Enfim, uma loja para consumir, mas, sobretudo, se divertir muito.

Sorveteria Dona Nuvem – A sorveteria Dona Nuvem, que abriu há pouco mais de um ano numa galeria da rua Augusta e virou sensação entre as adolescentes, anunciou a abertura nos próximos dias de uma filial conceito com 125m2. A sorveteria, inspirada numa doceria de Londres , é conhecida por oferecer a combinação de sorvete com algodão doce que lembra uma nuvem, com possibilidade de customização e criação dos sorvetes a partir da escolha de temas como “Unicórnio”, “Sereia”, “Tubarão”, além de coberturas e toppings variados, como pipoca, confeitos de estrelinhas ou até um biscoito em formato de emoji. “A ideia é resgatar os sabores da infância”. Um lugar feito sob medida para postagens no instagram.

Essas quatro lojas citadas deixaram de ser pontos de vendas (PDVs) para se transformarem em pontos de experiência. Este termo que o Grupo GS& Gouvêa de Souza batizou de PDX, envolve absolutamente tudo em relação à antiga concepção da loja, com relação à oferta de produtos e serviços, ao design, à ativação e promoção de vendas, ao atendimento, à atuação e ao papel das pessoas, aos instrumentos de monitoramento e controle incorporados e, talvez mais importante, ao empoderamento das equipes que atuam nesses espaços. A loja começa a exercer um papel mais amplo, como um ponto de encontro, de experiência e de relacionamento não se restringindo mais à venda de produtos baseado na racionalidade e que pressiona a rentabilidade do negócio.

https://www.mercadoeconsumo.com.br/2018/10/18/a-fofurizacao-do-varejo-experiencia-acima-de-tudo

Aplicativo de entrega de bebidas incentiva consumidores a utilizar embalagens retornáveis

uhul

Entre os dias 15 e 21 de outubro, o Zé Delivery, startup de entrega rápida de bebidas com preços ultra baixos  e a cerveja Skol se unem para estimular o uso de embalagens  retornáveis nas grandes São Paulo, Campinas, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. Ao longo da semana, o aplicativo incentiva o uso de embalagens retornáveis com descontos de 70%.

O objetivo da ação conjunta é despertar nos consumidores atitudes mais conscientes em relação ao conceito de embalagem circular. As marcas assumem, assim, um compromisso social de incentivar o consumo de cerveja em garrafas de vidro retornáveis, que podem ser reutilizadas cerca de 20 vezes no mercado. Atualmente, uma em cada três garrafas vendidas pelo Zé Delivery é retornável (contra 1 em cada 4 em supermercados) e estes produtos já estão presentes em mais de 20% dos pedidos totais. Com o esforço de conscientização e incentivo de preço da startup, único aplicativo de entrega que trabalha com esse tipo de embalagem, os produtos mais vendidos nos últimos meses já são retornáveis.

Para se unir ao movimento, basta o novo consumidor acessar o site, inserir o e-mail para receber o desconto e realizar seu pedido. Para clientes antigos, a startup trabalhará mecânica semelhante por meio de seus canais próprios. Depois de consumir, o cliente pode guardar as embalagens em casa para uma compra futura, pagando apenas pelo líquido.

“Nosso objetivo com a ação é possibilitar que qualquer pessoa possa curtir, pagando muito pouco por isso, mas de forma consciente. Sabemos que criar uma cultura de responsabilidade exige esforço, portanto, aproveitamos o dia do consumo consciente, combinado ao fato de sermos o único app de venda de bebidas em embalagem retornável no Brasil, para convidar nossos clientes a repensar seus hábitos de consumo”, explica Cláudio Azevedo, Head de Marketing e Growth da startup

http://adnews.com.br/publicidade/aplicativo-de-entrega-de-bebidas-incentiva-consumidores-utilizar-embalagens-retornaveis.html

O que os logotipos coloridos da Apple sugerem sobre os próximos lançamentos

apple

A Apple enviou convites para seu próximo evento a ser realizado na Brooklyn Academy of Music, em Nova York, no dia 30 de outubro.

Até agora, surgiram 377 variações de seu logotipo para o convite, que apresenta o slogan “Há mais coisas para fazer”.

Para os curiosos sobre o que está reservado, o evento deve girar principalmente em torno dos novos modelos para iPad e Mac.

A Apple pretende estrear os designs do iPad Pro 2018, que devem vir com molduras mais finas e Face ID, sem o botão Home.

Os vários designs de logotipos também deixaram outras pessoas especulando sobre o software e as atualizações do Apple Pencil.

A Apple também pode lançar um novo Apple Pencil para o iPad. Um usuário do Twitter escreveu: “Ok, minha teoria para a Apple convida a arte: eles foram produzidos por 50 artistas e designers famosos usando o novo Apple Pencil e iPad Pro”. Confira abaixo:

Confira mais especulações:

Marisa valoriza a autoestima na batalha contra o câncer de mama

sutia bonito

A Marisa abraça a causa Outubro Rosa e lança uma campanha inédita. Assinada pela agência Africa, ela sinaliza a importância da autoestima na batalha contra o câncer de mama, e tem como foco as mulheres que já passaram por uma mastectomia. O ponto de destaque é o filme, produzido pela Bossa Nova Films e intitulado como “Sutiã do Recomeço”que tem como fio condutor a história verídica de Elizabeth Tremmel, uma cliente Marisa.

Tudo começa com uma carta que ela escreve à Marisa, contando sobre sua batalha contra o câncer de mama e quanto um sutiã antigo, adquirido em uma das lojas da marca, a havia feito se sentir feminina como nenhum outro. Ela, que passou por uma mastectomia e que aguarda a cirurgia de reconstrução da mama, reencontrou ali naquela peça a sua autoestima, o seu recomeço. A Marisa, então, decidiu criar um sutiã que fizesse a Elizabeth e outras tantas mulheres se sentirem seguras e confortáveis com o próprio corpo. Além de todas as funcionalidades e especificações que um sutiã pós-mastectomia exige, o sutiã criado pela Marisa, com apoio da Rosset Têxtil e validado pela Sociedade Brasileira de Mastologia.

No filme, as cenas mostram algumas mulheres que também passaram pela cirurgia e pela luta contra a doença, mas que agora representam uma história de luta, superação e autoestima. “O projeto Outubro Rosa da Marisa reforça o significado da nossa assinatura. Ele valoriza o papel da mulher na sociedade, que fala por si mesma, que se inspira e se apoia em outras mulheres. A Marisa é onde essa troca pode e deve acontecer”, acredita Andrea Sanches, diretora de marketing da Marisa.

A campanha ainda inclui ações no universo digital, com filmes gravados por mulheres que passaram pela doença onde elas respondem as principais dúvidas das internautas sobre o tratamento. Estes e outros conteúdos relacionados ao projeto já estão disponíveis em uma página construída especialmente para o tema. Confira abaixo:

As quartas usamos rosa: Internet comemora o #MeanGirlsDay

rosa

O filme Meninas Malvadas ficou extremamente conhecido nos anos 2000 por retratar a vida de um grupo de garotas americanas em seu auge: o colegial. Lindsey Lohan interpreta Cady, uma adolescente branca que viveu metade de sua vida na África e estudou em casa. Ao chegar em um colégio estadual, a personagem se depara com diversos obstáculos sociais, entre eles, o grupo de meninas populares.

No filme, a atriz contracena com o “desejado” jogador da escola, Aaron Samuels, onde ele pergunta “Que dia é hoje?”. Ela responde “3 de outubro”. A data marcou os fãs desde então e se não bastasse a comemoração anual neste mesmo dia, este ano (2018), o dia caiu exatamente em uma quarta-feira.

Para quem não está familiarizado, Regina George, a “abelha rainha” das populares, estabelece a todas suas amigas que às “quartas-feiras usamos rosa”. Portanto, é um grande dia para os fãs e a internet está indo a loucura com a coincidência. Confira:

inclusive, a hashtag mais usada no momento na plataforma Twitter é #MeanGirlsDay: